24 de jun de 2013

Enoturismo no pampa gaúcho

Pampa gaúcho se destaca na produção de vinhos e atrai turistas.

A planície do Rio Grande do Sul, quase na divisa com o Uruguai, ganhou mais um atrativo. Na zona rural da cidade de Dom Pedrito, a produtora de vinhos Guatambu acaba de inaugurar sua vinícola que poderá ser visitada pelos turistas a partir do dia 18 deste mês.

O prédio, que possui mirante, espaço para produção do vinho em todas suas etapas, museu e restaurante, tem arquitetura no estilo espanhol. Por fora, muitos arcos para que a construção fique integrada à paisagem local. A estrutura local tem 3.000m² distribuídos em dois andares. Os turistas poderão visitar todos os espaços.



A família Pötter é responsável pelo empreendimento. Há 56 anos eles estão na região trabalhando com lavouras, como de soja e arroz, e criando gado. Há dez anos, Valter Pötter, incetivado pela filha Gabriela, formada em agronomia, começou o plantio de uva em uma experiência com Cabernet Sauvignon e Chardonnay para aproveitar o clima da região da Campanha, bom para a produção de uvas que serão transformadas em vinho.

Em 2007, com o apoio da Embrapa, foi feito o primeiro vinho da Guatambu, o Cabernet Sauvignon chamado de Rastros do Pampa. Ele não foi comercializado, apenas a safra do ano seguinte passou a ser oferecida no comércio. Como o Rastros do Pampa 2008 fez sucesso e ganhou prêmios internacionais, a empresa passou a produzir outros rótulos.



Atualmente, são dez no mercado, entre tintos, brancos e espumantes. O mais novo deles, o espumante Guatambu Rosé foi apresentado ao público na festa de inauguração da vinícola, no último dia 06.

São 22 hectares de área plantada, com uma produção de 100 mil garrafas por ano, e previsão de aumento para 180 mil unidades a partir de 2014. Os vinhedos estão localizados na latitude 30º58’ sul – a mesma de países como Argentina, Chile, África do Sul e Austrália, referências na produção de vinhos.


Visitação turística



Os turistas podem visitar a vinícola, que fica um pouco afastada da área de plantação. Porém, a Guatambu fez um pequeno vinhedo na entrada do local para que os visitantes possam ver as uvas que eles cultivam. São três tipos de tours: visitação com degustação de três vinhos (R$ 25 por pessoa); visitação com degustação de três vinhos acompanhada com tábua de frios (R$ 35 por pessoa); visitação com almoço harmonizado com vinhos (R$ 100 por pessoa).

Os interessados também podem adicionar uma cavalgada em qualquer um desses tours pagando um valor adicional. É preciso fazer o agendamento de qualquer um dos tours com antecedência por e-mail ou telefone.

Sylvia Barreto
Serviço

Vinícola Guatambu
BR 293, km 265 – Dom Pedrito – RS
Agendamento: visita@guatambuvinhos.com.br ou (53) 32433295 
www.guatambuvinhos.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário